BR Frango e Averama se juntam em fusão

Segundo o Valor Econômico, percentual de cada um dos sócios na nova companhia ainda não foi definido

São Paulo – A produtora de frango BR Frango e a Averama, ambas do Paraná, fundiram suas atividades depois de uma conversa de seis meses. A informação foi publicada na edição de hoje do Valor Econômico. Procuradas por EXAME.com, as duas empresas ainda não se pronunciaram.

A união aconteceu na esteira de uma crise no setor, que já havia levado o secretário de Agricultura do estado a dizer publicamente que o estímulo a fusões estava sendo trabalhado para evitar que algumas empresas fossem à lona. As dívidas da BR Frango chegam a cerca de 100 milhões de reais.

Segundo o Valor, os percentuais de cada sócio na empresa ainda estão sendo definidos, com a assessoria financeira do BB Investimentos. Célio Batista Martins, dono da Averama, afirmou ao jornal que a negociação não envolverá novos aportes de recursos por nenhuma das partes.

Enquanto a Averama conta com dois frigoríficos e um abate diário de cerca de 150.000 frangos nas unidades, a BR Frango tem capacidade para abater 210.000 frangos em sua única unidade, que entrou em operação em março mas estava parada até a semana passada.