Bombardier ganha impulso com certificação para avião CSeries

A Bombardier ganhou certificação para um avião CSeries com capacidade para 110 passageiros, em um marco que pode impulsionar a confiança das companhias aéreas

Montreal – A canadense Bombardier ganhou certificação nesta sexta-feira para um avião CSeries com capacidade para 110 passageiros, em um marco que pode impulsionar a confiança das companhias aéreas na nova aeronave e que ajudou a levar as ações da empresa de Montreal a subirem quase 17 por cento.

A linha CSeries, uma aposta alta da empresa e que já custou milhões de dólares acima do orçamento e está anos atrás do cronograma, está há mais de um ano sem receber novos pedidos.

Em um evento na região de Montreal, o ministro dos Transportes do Canadá, Marc Garneau, disse que a Transport Canada, principal reguladora do programa, certificou o menor dos dois aviões CSeries, o CS100.

“Esse é um divisor de águas para o programa”, disse o presidente executivo da Bombardier, Alain Bellemare.

A certificação ocorreu após a promessa de um aporte de 1 bilhão de dólares em outubro do governo de Quebec por uma parcela de ações de quase 50 por cento na CSeries.

O governo federal do Canadá ainda está considerando se deveria investir no programa, disse Garneau aos repórteres. Separadamente, o presidente do Conselho da fabricante de aeronaves e trens deve se aposentar em 2016, segundo reportagem da Reuters nesta sexta-feira.