Boeing diz que continua a confiar na segurança do modelo 737 MAX

Empresa diz que apoia a interrupção dos voos como um "excesso de zelo" e diz que está fazendo tudo para entender a causa dos acidentes

São Paulo – A Boeing afirma em comunicado nesta quarta-feira (13), que continua a ter total confiança na segurança do seu modelo MAX. Após contatos com a Administração Federal de Aviação (FAA, na sigla em inglês), contudo, a companhia diz que concordou com a decisão de suspender temporariamente as operações da frota global desses aviões, após o acidente ocorrido com um deles no domingo na Etiópia.

Executivo-chefe da Boeing, Dennis Muilenburg lamentou a perda de vida na queda de um 737 MAX na Etiópia e em acidente similar ocorrido meses atrás na Indonésia. A Boeing diz que apoia a interrupção dos voos como um “excesso de zelo” e diz que está fazendo tudo para entender a causa dos acidentes em parceria com os investigadores, a fim de garantir a segurança e ajudar a trabalhar para que isso não aconteça novamente.