BNDES aprova R$ 6 milhões para fornecedor eólico Rudloff Industrial

Os recursos serão aplicados na modernização da fábrica da empresa e no desenvolvimento de novos produtos para torres eólicas

São Paulo – A diretoria do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou financiamento de R$ 6 milhões para a Rudloff Industrial Ltda, indústria nacional de médio porte que produz componentes mecânicos para a construção civil. De acordo com o banco de fomento, os recursos serão aplicados na modernização da fábrica da empresa e no desenvolvimento de novos produtos para torres eólicas. Os investimentos totalizam R$ 8,9 milhões e o empréstimo do BNDES corresponde a 68% desse valor.

O projeto de modernização consiste na compra de novas máquinas para modernizar a fábrica, localizada em São Paulo, e no desenvolvimento de uma gama de produtos para torres eólicas de concreto, tais como dispositivos de ancoragem, equipamentos internos e sistemas de aterramento. “Estão contempladas todas as etapas de desenvolvimento, desde a concepção até a certificação”, explicou o BNDES.

Originalmente, a companhia atuava, desde 1960, no fornecimento de produtos e serviços de protensão (sustentação por meio de tensão no concreto) de estruturas, movimentação de cargas pesadas, emendas mecânicas de barras de aço e aparelhos de apoio para a construção civil. Posteriormente, a partir de 1985, passou a realizar serviços de usinagem, moldando peças de aço, aço carbono, aço inoxidável, alumínio, cobre e latão. Motivada pelo crescimento do setor de energia renovável, em 2016 a empresa entrou no segmento, fornecendo componentes metálicos e sistemas de protensão e aterramento para torres eólicas de concreto.

“Além de ampliar a competência técnica da empresa e possibilitar a diversificação de sua atuação, o apoio ao projeto contribuirá para a redução das importações e poderá favorecer as exportações brasileiras, já que as empresas fabricantes de torres e aerogeradores que demandam os produtos da Rudloff no Brasil têm atuação global”, diz o BNDES.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s