BMG diz que é ágil para sanar dúvidas de correntistas

O conglomerado BMG foi apontado pelo Banco Central como o líder de reclamações de clientes em julho

Brasília – O Banco BMG, apontado pelo Banco Central como o líder de reclamações de clientes em julho, informou nesta quarta-feira, 27, que trabalha “de forma incansável” para oferecer o melhor atendimento e atua com agilidade para sanar quaisquer dúvidas ou pendências de seus clientes. 

“Dessa forma, o BMG tem ampliado os esforços para melhorar os procedimentos internos, para garantir maior eficiência na solução das demandas dos clientes”, disse o banco por meio de nota enviada à imprensa.

A primeira colocação da instituição se deu entre as casas que têm pelo menos 2 milhões de clientes. Pelos dados divulgados pelo Banco Central, o BMG registrou índice de 40,30 no mês passado.

O indicador é formado a partir do volume das reclamações, que é dividido pelo número de clientes (no caso do BMG, pouco mais de 2,6 milhões) e multiplicado por 1 milhão.

Antes, a multiplicação era por 100 mil. O banco recebeu 106 críticas consideradas procedentes pelo BC em julho. A maior queixa dos clientes foi em relação à restrição à portabilidade de operações de crédito consignado.

A segunda posição ficou com o Santander. Em terceiro lugar, está o Banrisul e o HSBC ocupa a quarta colocação. Na quinta posição está a Caixa Econômica Federal.