BlackRock tem lucro acima do esperado, mas queda na receita e ação cai

O lucro diluído por ação ajustado ficou em US$ 6,61 no trimestre passado, acima da projeção do mercado

São Paulo — A BlackRock, a maior gestora de recursos do mundo, registrou lucro líquido de US$ 1,053 bilhão no primeiro trimestre de 2019, abaixo dos US$ 1,092 bilhão registrados em igual período de 2018. O lucro ajustado no intervalo somou também US$ 1,053 milhões, um recuo de 4,0% em relação aos US$ 1,089 bilhão vistos no primeiro trimestre do ano anterior.

O lucro diluído por ação ajustado ficou em US$ 6,61 no trimestre passado, acima da projeção do FactSet de US$ 6,13 por ação e 1,0% menor que a cifra de janeiro a março de 2018, de US$ 6,68 por ação.

A receita caiu 6,6%, para US$ 3,35 bilhões. O total de ativos da BlackRock, no entanto, se recuperou para US$ 6,52 trilhões no primeiro trimestre, depois de cair no final de 2018.

Às 8h19 (de Brasília), a ação da BlackRock recuava 0,63% nos negócios no pré-mercado em Nova York.