Bill Gates diz que não voltará à Microsoft em período integral

Empresário reafirma desejo de se dedicar a atividades filantrópicas

Bill Gates, fundador da Microsoft, disse nesta quinta-feira que não voltará mais a se dedicar à empresa em período integral. A declaração desmente rumores de que ele pretendia retornar ao cargo de CEO da companhia.

O empresário afirmou que ainda está envolvido com a Microsoft, mas que pretende se concentrar nas atividades de sua fundação, a Bill & Melinda Gates Foundation, pelo resto da vida. Em entrevista concedida ao jornal australiano Sydney Morning Herald, Gates declarou: “Estou envolvido com a Microsoft – dei dicas à empresa nesta semana. Mas a fundação exige todo o meu tempo e nós acreditamos que podemos produzir um grande impacto.”

Gates deixou seu posto na Microsoft em junho de 2008, quando o executivo Steve Ballmer já estava no cargo de CEO. Alguns investidores da companhia já declararam publicamente que desejam a volta de Gates. No início do ano, David Einhorn disse que Ballmer era um peso que puxava o preço das ações da empresa para baixo.