Bicicleta expressa

Problemas com roubo de motocicletas estacionadas nas calçadas e de cargas de clientes levaram a empresa de courier DHL a buscar uma forma inusitada de fazer suas entregas nas imediações da avenida Paulista, em São Paulo. Os entregadores da empresa agora circulam pela região de bicicleta. “Elas garantem agilidade e podem ser estacionadas na portaria dos prédios”, diz Luciano Crivelari, gerente nacional de operações da DHL. “Contornamos o problema da segurança e ainda reduzimos os gastos com veículos.” Segundo ele, os clientes aprovaram a idéia, que deverá ser levada para outros bairros.