Bentley já vende mais carro na China do que na Inglaterra

Em 2011, cerca de 30% das vendas da montadora britânica foram feitas para o mercado chinês

São Paulo – A Bentley, montadora britânica de carros artesanais, teve um ano excepcional em 2011, com vendas 37% maiores na comparação com o ano anterior. O bom resultado foi impulsionado, principalmente, pelos negócios fechados pela companhia no mercado chinês.

No período, a montadora vendeu mais carros para a China do que no próprio mercado onde está instalada.

Segundo balanço divulgado pela empresa, nesta terça-feira, as vendas da marca no país asiático quase duplicaram no ano passado e somaram 1.839 unidades. Na Inglaterra, a montadora vendeu pouco mais de 1.000 veículos. As vendas totais da companhia no ano totalizaram 7.003 automóveis.

Durante a crise financeira global, a Bentley precisou reduzir pela metade sua produção, que já chegou a 10.000 veículos, em 2007, e reduzir também seu quadro de funcionários. De acordo com Wolfgang Dürheimer, presidente-executivo da montadora, o ano que passou foi bom e a ideia é que o sucesso continue.

Na próxima semana, a companhia vai lançar, no Salão do Automóvel de Detroit,  um novo modelo Continental, com motor V8, e espera atrair mais consumidores. “Temos planos ambiciosos, mas realistas”, disse o executivo.