BC determina liquidação de empresas do Grupo Oboé

Grupo com sede em Fortaleza estava sob intervenção desde setembro de 2011

Brasília – O Banco Central decretou nesta quinta-feira, 9, a liquidação extrajudicial das empresas do grupo Oboé, com sede em Fortaleza (CE), que estavam sob intervenção desde setembro do ano passado. A liquidação inclui as empresas Oboé Crédito, Financiamento e Investimento S.A., Oboé Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários S.A., Oboé Tecnologia e Serviços Financeiros S.A e Cia. Investimento Oboé. Foi nomeado como liquidante o atual interventor, Luciano Marcos Souza de Carvalho.

Segundo o BC, foi indicado como termo legal da liquidação extrajudicial o dia 17 de julho de 2011, 60 dias anteriores ao ato de decretação da intervenção.

De acordo com o BC, o relatório do interventor confirma a situação de insolvência da instituição e a “prática de violação das normas legais disciplinadoras da atividade da empresa, atestando a existência de passivo a descoberto e a inviabilidade de normalização dos negócios.”