BB provisionará R$650 mi por empréstimos para Oi, diz fonte

O Banco do Brasil fará uma provisão adicional no balanço do segundo trimestre, após a Oi ter pedido recuperação judicial no início desta semana

São Paulo – O Banco do Brasil fará uma provisão adicional de cerca de 650 milhões de reais no balanço do segundo trimestre, após a operadora de telecomunicações Oi ter pedido recuperação judicial no início desta semana, disse à Reuters uma fonte com conhecimento do assunto.

Cerca de 3 por cento do empréstimo bancário do BB de 2,4 bilhões de reais à Oi já estava provisionado pelo banco, ao redor de 72 milhões de reais, de acordo com a fonte.

Com o pedido de recuperação judicial da Oi, o percentual de provisão sobe já neste trimestre para 30 por cento, o que exigirá uma provisão adicional de cerca de 650 milhões de reais.

“Se o juiz aceitar o pedido (de recuperação) da Oi, o provisionamento deve subir para a casa de 50 por cento”, disse a fonte, que falou sob condição de anonimato.

Nesse caso, uma nova provisão de mais aproximadamente 500 milhões de reais poderia acontecer a partir do terceiro trimestre, disse a mesma fonte.

TÍTULOS DE DÍVIDA

O BB também está exposto a bônus internacionais e debêntures da Oi, com valor de cerca de 1,9 bilhão de reais.

Uma segunda fonte disse à Reuters que a Caixa Econômica Federal tem exposição semelhante ao BB em títulos de dívida da Oi, na casa do 1,9 bilhão de reais. Para esses ativos, a perda será registrada, tanto por BB quanto por Caixa, na coluna do resultado com Tesouraria, que mede a rentabilidade das instituições financeiras com a aplicação de recursos próprios.

A perda com a marcação a mercado dos títulos não tem efeito caixa.

A Oi tem uma série de títulos de dívida no Brasil e no exterior, com diferentes prazos e estruturas de garantias. Alguns dos bônus da empresa de telecomunicações mais líquidos no exterior tiveram desvalorização superior a 50 por cento do valor de face desde março até esta quarta-feira.

A segunda fonte disse que a Caixa não tem empréstimo bancário para a Oi.