BB não reduz meta depois do Votorantim assumir dívida da OSX

Em comunicado, Banco do Brasil afirmou que guidances apresentados no terceiro trimestre estão mantidos

São Paulo – No início da semana, o BNDES executou um empréstimo no valor de 548 milhões de reais da OSX, de Eike Batista, cujo fiador era o Banco Votorantim. O BV quitou o débito, mas o montante não deve impactar as metas do Banco do Brasil, que detém 49% do banco, para o ano.

Por meio de comunicado, o BB afirmou que “estão mantidos todos os guidances informados na divulgação dos resultados do terceiro trimestre de 2013”, disse o banco, em comunicado.

Na ultima terça-feira, a OSX confirmou que o Votorantim honrou a carta de fiança encaminhada pelo BNDES relacionada à execução da garantia bancária. O crédito foi contratado no final de 2011 no valor de 427,8 milhões de reais.