BB Corretora lucra R$ 342,2 milhões no 2º tri, 47,8% a mais

O resultado financeiro da BB Corretora alcançou R$ 26,8 milhões no segundo trimestre, registrando crescimento de 99,8% em um ano

São Paulo – O lucro líquido da BB Corretora, empresa da BB Seguridade que faz a intermediação de negócios de seguros, tanto no conceito contábil como no ajustado, totalizou R$ 342,2 milhões de abril a junho, aumento de 47,8% em relação ao mesmo período de 2013, de R$ 231,572 milhões. No comparativo trimestral a elevação foi de 33,5%.

Em relatório que acompanha suas demonstrações financeiras, a BB Seguridade, que controla a BB Corretora, explica que o lucro em um ano cresceu motivado pelo avanço das receitas de corretagem e pela evolução do resultado financeiro.

Já no comparativo com o primeiro trimestre, a expansão veio em linha com o comportamento sazonal característico das vendas no canal bancário, que tem maior concentração no segundo e quarto trimestres de cada exercício.

O lucro líquido ajustado da BB Corretora no primeiro semestre totalizou R$ 598,7 milhões, resultado 40,8% superior ao observado no mesmo período de 2013.

Segundo a BB Seguridade, tal desempenho é justificado pelo aumento das vendas. Sem ajustes, o lucro ficou em R$ 406,901 milhões, alta de 47,1% em um ano. A diferença se deu por causa de ajuste de nova corretagem, despesas tributárias sobre nova corretagem e impostos sobre eventos extraordinários.

As receitas de corretagem alcançaram R$ 609,8 milhões no segundo trimestre, incremento de 36,5% em relação ao mesmo período de 2013.

O destaque no período, conforme a BB Corretora, foram os ganhos com o segmento de seguros de vida, habitacional e rural (+44,3%) e do segmento de previdência (+63,5%).

Já na comparação com o primeiro trimestre de 2014, as receitas de corretagem avançaram 25,0%, desempenho explicado, segundo a empresa, principalmente pela evolução das receitas oriundas dos segmentos de capitalização e previdência.

A margem operacional líquida da BB Corretora alcançou 80,8%, crescimento de 5,1 pontos porcentuais sobre o mesmo período do ano anterior. Já a margem líquida apresentou comportamento semelhante, atingindo o índice de 56,1% ao final de junho, evolução de 4,3 pontos porcentuais, na mesma base de comparação.

O resultado financeiro da BB Corretora alcançou R$ 26,8 milhões no segundo trimestre, registrando crescimento de 99,8% em relação em um ano. No comparativo trimestral, o montante foi 58,5% maior devido às menores despesas financeiras. De janeiro a março, BB Corretora havia contabilizado R$ 7,0 milhões em despesas relativas à atualização monetária de dividendos a pagar.