Bayer vê Brasil como chave para expansão de divisão de “crop science”

País é o 2º mercado mais importante para a alemã, e o país deverá ser o principal motor para o crescimento de sua divisão de "crop science"

São Paulo – O Brasil é o segundo mercado mais importante para a alemã Bayer e o país deverá ser o principal motor para o crescimento de sua divisão de “crop science”(ciência de cultivo), disse o presidente global da unidade de negócios da companhia, Liam Condom, em encontro com jornalistas em São Paulo nesta terça-feira.

A Bayer, que está em processo de conclusão de sua aquisição da norte-americana Monsanto, estima uma receita de cerca de 15 bilhões de reais no Brasil neste ano, das quais 80 por cento devem vir dos negócios combinados das companhias, que incluem agroquímicos e licenças de sementes geneticamente modificadas.