Barcelona X Real Madrid: em 2011, a receita do catalão cresceu mais

Time de Cristiano Ronaldo continuou sendo o que mais fatura no mundo, mas a diferença está menor

São Paulo – Não é só dentro de campo que o Barcelona vem levando a melhor sobre o Real Madrid, que enfrentará hoje, pela Copa do Rei. Nas finanças, o clube catalão – mesmo que ainda esteja atrás do seu eterno rival – vem diminuindo a diferença.  

Em 2011, a receita total do Barcelona cresceu 14% e atingiu 447,1 milhões de euros. O valor garante o segundo lugar entre os maiores faturamentos do futebol europeu. O líder ainda é o Real Madrid, com 480,2 milhões de euros – mas um crescimento de 9% em relação a 2010. A diferença da receita total dos dois times passou de 48,4 milhões de euros, em 2010, para 33,1 milhões de euros em 2011, segundo dados da BDO CRS.

O aumento da receita do Barcelona está diretamente ligado ao bom resultado em campo, segundo Amir Somoggi, diretor da área de consultoria esportiva da BDO CRS. O time encerrou o ano de 2011 como campeão mundial – em um jogo contra o brasileiro Santos. No Barcelona, a maior parte das receitas (36%) vem dos direitos de TV. Mesmo que esse item tenha crescido apenas 3% entre 2010 e 2011, foi o suficiente para ultrapassar as receitas do Real Madrid com os diretos de TV. O time catalão movimentou 163 milhões de euros, contra 156 milhões de euros do seu rival. No período, a receita do Barcelona com o estádio cresceu 17% e teve uma participação de 30% no valor total.

Marketing

O destaque na receita do Barcelona em 2011 foi do marketing, que cresceu 23% e somou 149,3 milhões de euros. Um ponto que colaborou para as receitas de marketing do Barcelona em 2011 foi o contrato com a Qatar Fundation, segundo Somoggi. O clube assinou em janeiro de 2010 um contrato de 165 milhões com a Qatar Foundation, que teria sua logomarca estampada na camisa do clube até 2016. Com o acordo, o time abandonou a política pela qual se recusava a aceitar patrocínios para sua camisa. O Barcelona ainda foi considerado o clube mais valioso de 2011, em ranking elaborado pela Pluri Consultoria, com valor de 1,528 bilhão de reais. 

O Real Madrid, por sua vez, é o clube que mais fatura no mundo e o que mais gera recursos com estádio e marketing. A maior fonte de receita do Real Madrid continua sendo o marketing, que respondeu por 37% do valor total e cresceu 13% entre 2011 e 2010. Os direitos de TV representaram 32% do total e cresceram 15%. Já as receitas com o estádio caíram 1%. 

“Mesmo em crise, os gigantes do futebol europeu vem conseguindo desenvolver de forma muito positiva as suas receitas”, disse Somoggi. Manchester United, campeão do campeonato inglês em 2011, e Arsenal, times que seguem Real Madrid e Barcelona na lista de maiores receitas do futebol europeu, também registraram algum crescimento em 2011 – de 16% e de 1%, respectivamente. 

Entre os fatores que levam a esse crescimento em um cenário adverso, estão a criatividade nas estratégias e a inovação nas abordagens mercadológicas, segundo o diretor. “Bem diferente da nossa realidade”, afirmou Somoggi.