Bank of America fortalece serviços online com camada de segurança

O BofA vai incorporar, no próximo ano, a tecnologia Online Connect, da Intel, que permite pagamentos com a impressão digital

O Bank of America começará a usar uma camada adicional de autenticação para serviços bancários online, informou o banco nesta segunda-feira, em meio a uma onda de violações de dados importantes em várias grandes empresas dos Estados Unidos.

O BofA disse que vai incorporar a tecnologia Online Connect, da Intel, que permite pagamentos com a impressão digital, em seus sistemas bancários online no próximo ano.

A indústria de serviços financeiros está entre as mais vulneráveis ao crime cibernético por causa da enorme quantidade de dinheiro e dados valiosos que os bancos, corretoras e empresas de investimento processam a cada dia.

Apenas no mês passado, a empresa de informações de crédito Equifax revelou que os cibercriminosos invadiram seus sistemas entre meados de maio e fim de julho e roubaram informações sensíveis de milhares de norte-americanos.

O próprio BofA reservou cerca de 600 milhões de dólares este ano para segurança da informação, disse sua diretora de operações e de tecnologia, Cathy Bessant, à CNBC mais cedo neste mês.

O banco pretende gastar um valor semelhante em segurança da informação no próximo ano, e tem cerca de 1.200 funcionários “dedicados a esse esforço”, acrescentou Bessant.

A BofA também disse na segunda-feira que os clientes com iPhone X, o smartphone mais novo da Apple, que chegará às lojas no próximo mês, poderão usar a tecnologia Face ID do telefone para autenticação segura no aplicativo móvel da BofA.