Bancos negociam compra de 15% da nova Oi, diz jornal

Doze instituições financeiras nacionais e internacionais acertaram a captação de R$ 6 bilhões a R$ 8 bilhões para a compra de ações da nova companhia

São Paulo – Um grupo de bancos acertou com a Oi a captação de R$ 6 bilhões a R$ 8 bilhões para a compra de ações da nova companhia resultante da fusão com a Portugal Telecom acertada em 2013. A informação foi divulgada em reportagem do jornal Folha de S.Paulo nesta sexta-feira (7).

O valor permite a compra de, no mínimo, 15% da nova companhia e a operação deve acontecer até abril.

Compõem o grupo doze instituições nacionais e internacionais: Credit Suisse, Banco Espírito Santo, Merril Lynch, Barclays, BTG Pactual, Itaú, Bradesco, Citibank, Santander, Votorantim, Banco do Brasil e Caixa Geral de Depósitos.

Segundo o jornal, a ideia partiu do presidente da Oi, Zenal Bava, com objetivo de reduzir a dívida de R$ 30 bilhões da empresa.