Bancos alemães que receberam ajuda terão limite no salário

Funcionários dos bancos que receberam verba do governo durante a crise poderão receber no máximo 500 mil euros por ano

Frankfurt – O governo da Alemanha decidiu que nenhum dos empregados dos bancos alemães ajudados durante a crise financeira poderá ganhar no futuro mais de 500.000 euros por ano (694.000 dólares), informou nesta terça-feira uma fonte ligada à coalizão no poder.

A medida será aprovada pelo Parlamento alemão nesta semana para entrar em vigor no começo de 2011, segundo o jornal Handelsblatt, e vem depois da decisão de proibir salários superiores a esse montante para os membros das diretorias.

A iniciativa foi tomada depois da denúncia de que bancos como Commerzbank, Hypo Real Estate ou WestLB pagavam remunerações superiores a meio milhão de euros a alguns de seus colaboradores.