Banco Wells Fargo é multado em US$ 2,1 bilhões por crise de 2008

Banco concedeu e vendeu empréstimos imobiliários que sabia que eram de alto risco, o que passível de pena civil, disse o Departamento de Justiça

O banco americano Wells Fargo pagará uma multa de 2,1 bilhões de dólares por irregularidades em hipotecas vendidas como ativos antes da crise de 2008, anunciou o Departamento de Justiça nesta quarta-feira (1).

O Wells Fargo concedeu e vendeu empréstimos imobiliários que sabia que eram de alto risco, o que passível de pena civil, disse o Departamento em um comunicado.

As autoridades afirmam que entre 2005 e 2007 o banco emitiu e vendeu a investidores títulos financeiros ligados a hipotecas cujo pagamento estava exposto a riscos elevados, chamadas de “subprimes”.

A multa foi anunciada a quase 10 anos da falência do banco de negócios Lehman Brothers, cuja elevada exposição ao mercado imobiliário americano desatou, em setembro de 2008, a maior crise financeira dos Estados Unidos desde a de 1929 e abalou a economia mundial.