Banco Postal abre 142 mil contas em um mês de operação

Serviço feito em parceria entre Banco do Brasil e Correios começou em janeiro; maioria das contas é de pessoas físicas

São Paulo – O Banco Postal registrou 142,3 mil contas abertas no primeiro mês de operação, em janeiro, sendo 140,3 mil delas de pessoas físicas. Pontos de serviços bancários criados em parceria entre o Banco do Brasil (BB) e os Correios, as unidades do Banco Postal contabilizaram no período 6,8 milhões de transações entre saques, depósitos e pagamentos de contas.

Segundo o presidente do Banco do Brasil, Aldemir Bendine, a adesão ao novo tipo de serviço ficou acima das expectativas. “Estamos muito otimistas com as projeções para este ano, alteradas de 1,7 milhão para 2,2 milhões de contas a serem abertas.”

Bendine disse que faltam apenas 192 municípios de um total de 5.565 cidades brasileiras para completar o mapa de atendimento, o que deverá ocorrer dentro de dois anos. O presidente do BB lembrou que o Banco Postal permite o acesso de pessoas de baixa renda aos serviços bancários e a financiamentos. Hoje, a base de clientes do BB tem 56 milhões de correntistas, dos quais 32 milhões têm o perfil das classes C, D e E.

Nesta terça-feira, foi divulgado o desempenho financeiro do BB relativo a dezembro do ano passado. O banco alcançou lucro recorde de R$ 12,1 bilhões. Na avaliação de Bendine, o resultado é consequência, principalmente, da carteira diversificada de crédito, com juros mais reduzidos, e da baixa inadimplência.

Os pagamentos com atraso superior a 90 dias atingiram 2,1% da carteira de crédito, taxa inferior à média do Sistema Financeiro Nacional (3,6%). No ano passado, o volume de crédito às pessoas físicas somou R$ 130,5 bilhões ou 15,5% maior do que em 2010. Para 2012, a instituição prevê um aumento entre 19% e 23%. No total da carteira de crédito, deve ocorrer uma expansão entre 17% e 21%.

Segundo o executivo, em fevereiro, os ativos totais do BB deverão superar a marca de R$ 1 trilhão, ratificando a posição de liderança na América Latina. O volume atingiu R$ 981,2 bilhões em dezembro do ano passado, o que representou um crescimento de 21% sobre igual mês de 2010 e de 3,3%, sobre o final do trimestre anterior.

Bendine disse ainda que não faz parte dos planos do banco fazer novas aquisições fora do país e, sim, investir nos pontos já existentes. Presente em 23 países, a instituição concluiu, no mês passado, a operação de compra das ações do banco norte-americano EuroBank, o que lhe permite atuar no mercado varejista dos Estados Unidos.