Banco do Brasil poderá comprar até 75% do Banco Patagonia

Para completar a operação, o BB ainda precisa receber parecer da Comissão Nacional de Defesa da Concorrência da Argentina

Brasília – O Banco do Brasil (BB) confirmou hoje (8) que o percentual de compra do Banco Patagonia, da Argentina, pode chegar a 75%. Na noite de ontem (7), o BB havia anunciado a autorização do Banco Central da República Argentina (BCRA) para operação de aquisição de 51% do capital social total e votante do Banco Patagonia, com sede em Buenos Aires.

Em novembro do ano passado, o BB recebeu autorização do Banco Central do Brasil para a compra de parte da instituição argentina. Para completar a operação, o BB ainda precisa receber parecer da Comissão Nacional de Defesa da Concorrência da Argentina.

Além disso, ainda será preciso fazer uma oferta pública de ações para acionistas minoritários, o que é uma obrigatoriedade legal, segundo a assessoria de imprensa do BB. O objetivo do BB com a aquisição do Banco Patagonia é atender cerca de 400 empresas brasileiras que atuam na Argentina. A instituição a ser incorporada tem 154 agências.