Banco do Brasil é autorizado a comprar o Banco Patagônia

Banco Central da Argentina autoriza a transferência do controle da instituição

São Paulo – O Banco Central da Argentina autorizou a venda do Banco Patagônia ao Banco do Brasil. O aval era uma das condições para a conclusão do negócio. O acordo havia sido anunciado em abril do ano passado, e envolve a aquisição de 51% do capital votante e total da instituição argentina.

Na época, a compra foi avaliada em 480 milhões de dólares. A transação envolve a transferência de 366,825 milhões de ações ordinárias escriturais, classe B, em poder de Jorge Guillermo Stuart Milne, Ricardo Alberto Stuart Milne e Emilio Carlos Gonzalez Moreno.

O Patagônia é o sexto maior banco de capital nacional da Argentina. Em 2009 (últimos dados disponíveis), o banco encerrou o ano com 9,8 bilhões de pesos argentinos e lucro de 449 milhões de pesos. Na época, a instituição contava com 752.000 clientes e 154 agências no país.