Autoridade sul-africana aprova fusão de SABMiller e AB InBev

A fusão da ABInBev e da SABMIller já recebeu o aval das autoridades da concorrência europeias, assim como de quinze autoridades equivalentes em todo o mundo

A autoridade de concorrência da África do Sul aprovou nesta quinta-feira a fusão da cervejaria AB InBev, de capital belga e brasileiro, com a britânica SABMiller.

“O tribunal da concorrência aprovou a fusão dos gigantes da cerveja Anheuser-Busch InBev (AB InBev) e SABMiller sob condições destinadas e levar em conta ao mesmo tempo o interesse geral e as normas da concorrência”, indica um comunicado da justiça sul-africana.

A fusão da ABInBev e da SABMIller, anunciada no fim do ano passado, já recebeu o aval das autoridades da concorrência europeias, assim como de quinze autoridades equivalentes em todo o mundo.

A África, um continente no qual a SABMiller está muito bem implantada, é um mercado cobiçado pela AB InBev devido a sua população jovem.

Esta fusão entre a primeira e a segunda cervejarias mundiais cria um líder mundial do setor. Entre as marcas da AB InBev figuram Corona, Stella Artois e Budweiser. A SABMiller possui marcas como Miller, Peroni, Pilsner Urquell e Grolsh.

A megafusão mediante a compra da SABMiller pela AB InBev havia sido anunciada em novembro passado, no valor de 126,5 bilhões de dólares, uma das maiores aquisições da história.

Juntos, AB InBev e SABMiller elaboram cerca de 60 bilhões de litros por ano, ou seja, o triplo que o atual número três do setor, o holandês Heineken.