Aurora retomará gradualmente produção de aves e suínos a partir de quarta

Decisão de retomar produção se deve ao risco de "colapso da imensa cadeia produtiva" da cooperação, segundo nota do grupo

São Paulo – A Cooperativa Central Aurora Alimentos, terceira maior produtora de carnes de aves e suínos do Brasil, informou nesta terça-feira que decidiu pela retomada gradual das atividades em todas as suas plantas industriais de aves e suínos, a partir de quarta-feira.

Segundo a assessoria de imprensa da Aurora, a cooperativa espera que os manifestantes que ainda ocupam rodovias permitam que ocorra o fluxo de mercadorias.

O protesto de caminhoneiros paralisou mais de cem unidades produtoras carnes no Brasil, não somente da Aurora, além de prejudicar o escoamento de produtos aos portos de exportação e para o abastecimento das cidades.

“Toda a força de trabalho da Aurora, no campo e nas cidades, foi convocada para restabelecer os fluxos de produção e trabalho”, afirmou a cooperativa em nota.

A decisão de retomar também se deve ao risco de “colapso da imensa cadeia produtiva Aurora, formada por mais de 70 mil famílias rurais, 12 cooperativas agropecuárias e 16 plantas industriais que processam por dia 1 milhão de aves, 20 mil suínos e 1,6 milhão de litros de leite”.

Veja também