Audi lança SUV elétrico em quintal da Tesla, com apoio da Amazon

Audi e Volkswagen estão usando este lançamento para combater um obstáculo para as vendas dos elétricos: a falta de meios para recarregar as baterias

San Francisco – A montadora alemã de carros de luxo Audi fez nesta segunda-feira o lançamento global de um novo veículo utilitário esportivo elétrico no território da rival Tesla e destacou acordo com a Amazon.com para facilitar a recarga dos modelos e-tron.

O SUV Audi e-tron de tamanho médio será oferecido nos Estados Unidos no próximo ano a um preço inicial de 75.795 dólares antes de um crédito fiscal de 7.500 dólares.

O modelo faz parte de uma série de veículos elétricos lançados por montadoras como Volkswagen, além de marcas europeias de luxo como Mercedes-Benz, da Daimler, BMW, Volvo Cars e Jaguar Land Rover.

Todos visam expandir o mercado para veículos elétricos premium e também abocanhar uma fatia da participação da Tesla, que vinha tendo este nicho para si.

“Eu quero que a Audi seja a vendedora número 1 de carros elétricos na América no longo prazo”, afirmou o presidente da Audi na América, Scott Keogh, em entrevista à Reuters na segunda-feira.

O presidente-executivo da Tesla, Elon Musk, que também lidera a companhia de foguetes SpaceX, planejava marcar a ocasião de lançamento do e-tron ao realizar um evento em Los Angeles praticamente no mesmo horário.

Audi e Volkswagen estão usando o lançamento do SUV e-tron nos EUA em meados de 2019 para combater um obstáculo à expansão das vendas de veículos elétricos –a falta de meios convenientes para recarregar as baterias.

Audi se associará à varejista Amazon para vender e instalar sistemas domésticos para recarga de veículos elétricos aos compradores do e-tron, informaram as companhias nesta segunda-feira. A Amazon entregará o hardware e contratará eletricistas para instalar os sistemas por meio da operação Amazon Home Services.

A parceria da Amazon com a Audi para fornecer sistemas de recarga marca a primeira vez que a varejista firma acordo com uma montadora e sinaliza uma nova frente no esforço da Amazon para expandir seu alcance.