As 25 empresas que mais lucraram no 1º tri na América Latina

Entre os maiores lucros, 13 são de companhias brasileiras, segundo levantamento da Economatica

São Paulo – A Petrobras registrou o maior lucro no primeiro trimestre entre as companhias de capital aberto, na América Latina. Segundo levantamento elaborado por Einar Rivero, da Economatica, entre os 25 maiores lucros, 13 são de empresas brasileiras.

Os ganhos da petroleira, embora seja o maior, caiu 24,5% na comparação com o mesmo período do ano passado. A Vale ficou com a segunda posição no ranking. Veja, a seguir, os 25 maiores lucros da América Latina, de acordo com dados da Economatica:

Empresa Lucro 1º trimestre 2013 Lucro 1º trimestre 2012 Variação País Setor
Petrobras US$ 3,8 bilhões US$ 5,05 bilhões -24,5 Brasil Petróleo e Gás
Vale US$ 3,07 bilhões US$ 3,6 bilhões -16,5 Brasil Mineração
América Móvil US$ 2,1 bilhões US$ 2,5 bilhões -14,4 México Telecomunicação
Ecopetrol US$ 1,9 bilhão US$ 2,4 bilhões -21,5 Colômbia Petróleo e Carvão
Itaú Unibanco US$ 1,7 bilhão US$ 1,8 bilhão -8 Brasil Financeiro
Bradesco US$ 1,4 bilhão US$ 1,5 bilhão -5,4 Brasil Financeiro
Banco do Brasil US$ 1,2 bilhão US$ 1,3 bilhão -7,5 Brasil Financeiro
Ambev US$ 1,1 bilhão US$ 1,2 bilhão -9,6 Brasil Bebibas
Santander do Brasil US$ 776,7 milhões US$ 943,2 milhões -17,7 Brasil Financeiro
Grupo México US$ 600,8 milhões US$ 709,9 milhões -15,4 México Mineração
Litel US$ 560,6 milhões US$ 662,4 milhões -15,4 Brasil Mineração

Empresa Lucro 1º trimestre 2013 Lucro 1º trimestre 2012 Variação País Setor
Cemig US$ 429,7 milhões US$ 346,5 milhões 24 Brasil Energia
Tenaris US$ 424,7 milhões US$443,8 milhões -4,3 Argentina Siderurgia
Telefônica Brasil US$ 402,3 milhões US$ 525,4 milhões -23,4 Brasil Telecomunicação
Walmart México US$ 402,1 milhões US$ 367,8 milhões 9,3 México Varejo
Santander Serfin US$ 381,6 milhões US$ 391,3 milhões -2,5 México Financeiro
Cielo US$ 318,2 milhões US$ 310,9 milhões 2,3 Brasil Serviços Financeiros
Axtel US$ 258,1 milhões US$ 38,6 milhões 567,3 México Telecomunicação
Banco do Chile US$ 257,05 milhões US$ 247,3 milhões 3,9 Chile Financeiro
GF Banorte US$ 254 milhões US$ 192,2 milhões 32,1 México Financeiro
Sabesp US$ 246,4 milhões US$ 269,9 milhões -8,7 Brasil Seaneamento
YPF US$ 245,2 milhões US$ 294,4 milhões -16,7 Argentina Petróleo e Gás
Banco BTG Pactual US$ 243,6 milhões US$ 232,4 milhões 4,8 Brasil Financeiro
Copec US$ 238,6 milhões US$ 153,8 milhões 55,1 Chile Rede de postos
BB Seguridade US$ 234,3 Brasil Seguros