Argentina e Repsol acertam indenização de US$ 5 bi por YPF

Segundo fonte, lados vão assinar acordo de indenização pela nacionalização da participação majoritária da espanhola na YPF em 2012

Londres – A Argentina e a petroleira espanhola Repsol vão assinar em alguns dias um acordo de indenização de 5 bilhões de dólares relativo à nacionalização da participação majoritária da espanhola no grupo de energia argentino YPF em 2012, disse uma fonte envolvida nas negociações nesta quinta-feira.

Sob os termos do acordo, a Repsol receberá vários títulos com valor nominal total de cerca de 5,5 bilhões de dólares, incluindo títulos argentinos denominados em dólares já em mercado e novos bônus de 10 anos avaliados em 3 bilhões de dólares, disse a fonte.

“A parte importante deste negócio é que a Argentina reconhece uma dívida de 5 bilhões de dólares com a Repsol pela expropriação”, disse a fonte à Reuters sob condição de anonimato.

Uma fonte de mercado confirmou que o acordo será composto por títulos argentinos já emitidos e um novo bônus de 10 anos.

O acordo ainda precisa de aprovação do Congresso da Argentina e do Conselho de Administração e acionistas da Repsol.

A Repsol não quis comentar.

Uma porta-voz do Ministério da Economia da Argentina disse que o país não revelará nenhum detalhe sobre o negócio até que seja assinado. O governo vai cumprir a cláusula de confidencialidade, disse ela.