Arábia Saudita retira permissão de operações da Qatar Airways

Arábia Saudita, Emirados Árabes, Egito e Bahrein romperam ontem relações com o Catar e alguns deles também anunciaram o fechamento de seus espaços aéreos

Riad – O governo da Arábia Saudita retirou nesta terça-feira a permissão de operações para a companhia aérea do Catar, Qatar Airways, e ordenou o fechamento de todos os seus escritórios no país em um prazo de 48 horas, um dia depois que Riad rompeu suas relações diplomáticas com Doha.

A ordem emitida pela Autoridade Geral de Aviação Civil saudita também retirou a permissão que tinha concedido a todos os funcionários da Qatar Airways, segundo um comunicado divulgado pela agência oficial saudita, “SPA”.

Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos, Egito e Bahrein romperam ontem relações com o Catar e alguns deles também anunciaram o fechamento dos seus respectivos espaços aéreos para as companhias aéreas deste país.

Todos os voos da Qatar Airways para o oeste sofreram mudanças em suas rotas e começaram a passar pelo espaço aéreo do Irã e da Turquia, de acordo com os sites “Flight Radar” e “Flight Aware”, que monitoram os voos em tempo real.

Além desses quatro países, romperam as relações com o Catar as Ilhas Maldivas e os Executivos apoiados pela Arábia Saudita nos conflitos no Iêmen e na Líbia.

Os países justificaram essas medidas por causa do suposto apoio de Doha a “organizações terroristas”, entre as quais citaram a Irmandade Muçulmana, o Estado Islâmico e a Al Qaeda.