Apple abrirá centro de dados na China

Ele será localizado na província de Guizhou e administrado por uma empresa de propriedade do governo chinês

Nova York – A Apple abrirá um centro de dados na China, com vínculos com o governo do país, suscitando preocupações sobre a segurança das contas do iCloud que armazenam informações pessoais transferidas de iPhones, iPads e computadores Mac em solo chinês.

O centro de dados, que foi anunciado na quarta-feira, será localizado na província de Guizhou e administrado por uma empresa de propriedade do governo chinês. A Apple está trabalhando junto à empresa para cumprir uma nova lei chinesa que exige que os provedores de armazenamento de dados mantenham a informação dos clientes do país em computadores localizados em território chinês.

O centro de dados Guizhou armazenará fotos, vídeos, documentos e outras informações pessoais de contas iCloud de clientes da Apple que moram na China continental, mesmo quando eles estiverem viajando para fora do país. Os backups e outros dados armazenados em contas iCloud por clientes de fora da China continuarão a ser armazenados em centros de dados nos EUA e, eventualmente, na Dinamarca.