Após queda nas vendas, supermercados Extra vão mudar lojas

O Grupo Pão de Açúcar (GPA) destacou que a rede registrou no período um recuo de 7% nas vendas brutas

São Paulo – O Grupo Pão de Açúcar (GPA) afirmou que tem um plano para modificar lojas da rede de supermercados da bandeira Extra. Em sua divulgação de vendas do primeiro trimestre de 2018, a companhia destacou que a rede registrou no período um recuo de 7% nas vendas brutas.

A bandeira Extra possui 187 supermercados e, segundo o GPA, um projeto piloto vai converter 20 lojas “a um modelo mais aderente ao perfil do público-alvo”. O projeto “está em fase final de definição”, disse a empresa. No primeiro trimestre deste ano, uma loja do Extra Supermercados foi fechada.

Além dos supermercados, a bandeira Extra possui 113 hipermercados, lojas de maior porte. Nesses pontos de maior área de vendas o resultado do primeiro trimestre foi menos negativo: houve queda de 5,6% na receita bruta em comparação com igual período do ano anterior.

O GPA apresentou dados para o desempenho de suas diferentes bandeiras de loja e destacou que, no primeiro trimestre, houve impactos negativos em razão do incêndio no centro de distribuição da companhia em dezembro do ano passado.

Ajustadas para o impacto do incêndio e por efeitos de calendário relacionadas à Páscoa, as vendas da rede de supermercados Extra mostram desempenho abaixo das outras bandeiras do GPA.

O indicador ajustado de vendas mesmas lojas – índice que leva em conta apenas pontos de venda abertos há mais de um ano – ficou negativo em 3,2% no Extra Supermercados no primeiro trimestre de 2018. Esse mesmo índice foi positivo em 2,1% nos hipermercados e houve ainda alta de 1,2% na bandeira Pão de Açúcar.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Josimar Lopes

    Basta cuidar do atendimento ao cliente. O atendimento é péssimo. Um bom atendimento compensa um limitado número de itens disponíveis, por exemplo. Eles não ouvem ninguém. Não entro nessas lojas nem levando os produtos pra casa gratuitamente.

  2. Tiago Zebende

    O Extra é o maior e o pior mercado do meu bairro. Eu me incomodo mais com ele do que com os cracudos ou com os ambulantes, pois ocupa da pior forma possível um espaço de excelência do meu bairro. É o pior lixo que a nossa elite empresarial medíocre produziu. Falo do extremo do Flamengo, Rio de Janeiro, porém meus pais morando em Nova Friburgo têm as mesmas reclamações. O pior dos grandes supermercados, prefiro pagar mais caro em qualquer outro a por os pés naquela pocilga que fede e tem o.pior atendimento do mundo.