Após incêndio, GM suspende vendas do Onix Plus e comunica recall

Em outubro, apenas um mês depois do lançamento, o modelo foi o sexto mais vendido no país

Por risco de incêndio, a montadora General Motors suspendeu as vendas do Onix Plus e anunciou um recall de todos os modelos entregues até então. As vendas da nova versão do modelo mais vendido da montadora tinham começado há apenas dois meses.

Dois carros do novo modelo pegaram fogo na última semana, segundo a Quatro Rodas. Um incêndio ocorreu enquanto o veículo era manobrado no pátio da fábrica da montadora em Gravataí (RS) e outro aconteceu já com um proprietário, na cidade de Mirador (MA).

A montadora disse que a falha ocorre em “condições muito específicas e combinadas de pressão atmosférica, temperatura ambiente, umidade relativa do ar e composição do combustível” e que podem levar um software a apresentar “falha, com risco de danos ao motor e potencial incêndio”

Foi o que aconteceu no caso do incêndio na região Nordeste. A montadora afirma, porém, que o caso ocorrido em seu pátio é um evento isolado, provocado por um fator que não tinha relação com o projeto do veículo.

A companhia afirmou que, com o recall, irá atualizar o software de gerenciamento do motor de maneira gratuita e que os clientes terão à disposição um veículo reserva alugado.

Problema recorrente

O aumento do número de recalls entre as montadoras tem sido um problema recorrente. No consolidado de 2018, o setor acumulou 142 chamadas, abrangendo 2,17 milhões de veículos, de acordo com dados do Procon-SP. Apenas 15% dos proprietários atenderam ao recall.

Um dos motivos que podem explicar esse súbito crescimento é a maior velocidade de desenvolvimento dos modelos. Hoje, o tempo médio de um projeto é de cerca de três anos. Na década passada, esse período era maior, de aproximadamente cinco anos.

Outros fatores também podem elevar o número de recalls. “Redução de custos e troca de fornecedores impactam os projetos e aumentam as chances de problemas”, avalia Arnaldo Brazil, diretor da consultoria automotiva Sell-Out 3.

Novidade interrompida

A GM líder de vendas no país desde 2015. No acumulado até outubro, a montadora concentrava 19% do mercado, atrás da Volkswagen, com 15,25%, e da Renault, com 9,53% de participação.

O Onix é o seu grande destaque: o modelo tradicional é o mais vendido do país e desde o início do ano já foram emplacadas mais de 200 mil unidades novas, segundo levantamento da Fenabrave.

O modelo faz parte da nova geração do veículo, chamada de Novo Onix. Os novos carros terão wifi e conexão com a internet e será possível comandar funções via smart watch.

Assistente de estacionamento, motor turbo e sensor de ponto cego são algumas das novidades e seis airbags, controle de estabilidade e assistente de partida em rampa chegam como itens de série.

Os modelos foram lançados em setembro. As vendas do Novo Onix Plus, como é chamado o sedã, começaram em setembro e as entregas do hatch deveriam começar em novembro.

Em outubro, apenas um mês depois do lançamento, o sedã Plus foi o sexto mais vendido no país e desde o lançamento 8.775 unidades novas foram vendidas.