Aporte da Delta na Gol deve ser informado ao Cade

O órgão antitruste somente avaliará as condições da operação após ser informado pela companhia aérea

Brasília – O aporte de US$ 100 milhões da Delta na Gol, previsto para ser feito no dia 21 deste mês, deverá passar pelo conhecimento do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), afirmou hoje o conselheiro Ricardo Ruiz. Segundo ele, porém, o órgão antitruste somente avaliará as condições da operação após ser informado pela companhia aérea.

Ruiz, que é relator do processo de fusão entre a Gol e a Webjet, considerou ainda não ser possível afirmar se o aporte da Delta terá impacto na operação que já está sendo analisada pelo Cade. No entanto, o conselheiro acredita que o anúncio de integração dos sistemas de compras de passagens entre a Gol e a Delta deva merecer a atenção do órgão de defesa da concorrência.