Aporte ao Panamericano, de Silvio Santos, ganha destaque na imprensa estrangeira

Wall Street Journal e a revista Business Week trazem em seus sites reportagens sobre a repercussão do aporte de 2,5 bilhões de reais

São Paulo – As primeiras repercussões do aporte de 2,5 bilhões de reais que o Grupo Silvio Santos vai fazer no Banco Panamericano já começaram a eclodir na imprensa estrangeira.

Nesta quarta-feira, o Wall Street Journal e a revista Business Week trazem em seus sites reportagens sobre a repercussão no sistema financeiro brasileiro.

“O Grupo Silvio Santos, um conglomerado financeiro e de entretenimento do Brasil, irá transferir 1,5 bilhões de dólares para sua unidade bancária, o Banco Panamericano, para cobrir uma lacuna deixada e que os jornais locais estão chamando de fraude”, afirma a reportagem do Wall Street Journal

 Já a Business Week dá destaque ao fato de o dinheiro ser usado pelo Panamericano vir do o Fundo Garantidor de Crédito, do Banco Central. “O grupo Silvio Santos, de propriedade do magnata da mídia brasileira Silvio Santos, vai emprestar o dinheiro do país com o fundo de seguro de depósito, de acordo com um comunicado divulgado pelo Panamericano”, diz a revista.