Apax pode fechar negócios de US$ 1 bilhão ou mais no Brasil

Fundo de private equity abriu escritório em São Paulo com intuito de expandir atuação por aqui

São Paulo – O Apax Partners, fundo inglês de private equity, tem planos de expandir sua atuação no mercado brasileiro e inaugurou, nesta semana, um escritório em São Paulo, que servirá de apoio para viabilizar os investimentos que pretende fazer por aqui.

Segundo Walter Piacsek, sócio do Apax, que vai liderar os negócios do fundo no Brasil e na América Latina, a ideia é que os investimentos fiquem entre 100 e 500 milhões de dólares, por operação, podendo alcançar 1 bilhão de dólares ou mais quando feitos com outros investidores.

“O Brasil tem uma economia grande, com muitas empresas de sucesso, empreendedores talentosos e top management muito competente. Nós somos investidores de longo prazo e enxergamos além da volatilidade de curto prazo”, disse Piacsek por meio de comunicado. 

O primeiro investimento do Apax no Brasil foi fechado em 2010. Na ocasião, o fundo comprou 54% de participação na Tivit, empresa de terceirização de serviços de tecnologia da informação.

Para John Megrue, presidente do Apax Partner nos Estados Unidos, o Brasil apresenta grandes oportunidades de longo prazo. “É um país empolgante e temos a sorte de contar com a experiência do Walter para nos ajudar a construir um negócio significativo na região”, disse o executivo, em nota.

O Apax é um dos fundos private equity mais antigos do mundo, seus investimentos somam mais de 40 bilhões de dólares em cerca de 40 companhias globais.