ANTT autoriza enquadramento de programa da Vale no Reidi

Suspensão de impostos e contribuições por conta do enquadramento do programa no Reidi foi estimado em 409,2 milhões de reais, de acordo com a resolução

São Paulo – A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) autorizou o enquadramento do Programa Capacitação de Logística Norte da Estrada de Ferro Carajás, operada pela Vale, no Regime Especial de Incentivos para o Desenvolvimento da Infra-Estrutura (Reidi), segundo resolução publicada no Diário Oficial da União desta sexta-feira.

A suspensão de impostos e contribuições por conta do enquadramento do programa no Reidi foi estimado em 409,2 milhões de reais, de acordo com a resolução.

O Programa Capacitação Logística Norte visa preparar a infraestrutura logística da Vale para atender ao novo volume de minério produzido no Pará, a partir de 2015.

O programa inclui a expansão da Estrada de Ferro Carajás e a construção de um ramal ferroviário para ligar a mina do Projeto Ferro Carajás S11D à Estrada de Ferro Carajás.

O Reidi concede benefícios fiscais para empresas atuantes em projetos de infraestrutura.