Anglo American venderá 100% de mina de ferro no Amapá

Mineradora Anglo American, que pretendia vender 70% de mina de ferro no Amapá à suíça Zamin Ferrous, que opera no Brasil, decidiu por fechar o negócio em 100%

Londres – A mineradora Anglo American, que pretendia vender 70% de uma mina de ferro no Amapá à suíça Zamin Ferrous, que opera no Brasil, decidiu por fechar o negócio em 100%, anunciou nesta quarta-feira a companhia britânica.

Em 28 de março, as infraestruturas do porto de Santana, utilizado para carregar o mineral de ferro extraído desta mina, foram destruídas por uma onda e um deslizamento de tera que causou a morte de seis pessoas.

Depois deste incidente, a Anglo American assinou um acordo com seu sócio Cliffs Natural Resources para comprar sua parte de 30% da mina e assim assumir 100%. O grupo pôde então modificar o acordo assinado com a Zamin através do qual devia vender 70% da mina para entregar a ela finalmente sua totalidade.

A Anglo American receberá inicialmente 136 milhões de dólares por esta operação, que deverá finalizar ao final do ano. Zamin poderá chegar a entregar até 130 milhões em cinco anos em função do preço do mineral de ferro.

A Anglo American adquiriu, em 2008, 70% do Amapá dentro de uma transação de 5,5 bilhões de dólares que também permitiu assumir o controle de 100% da mina da Minas-Rio, e com 49% da operadora portuária LLX Minas-Rio.

Especializado em ferro, Zamin Ferrous possui ativos de mineração em Brasil e no Uruguai.