Anatel nega medida cautelar pedida por Tanure

Fundo do empresário Nelson Tanure pedia uma medida cautelar para invalidar o voto do Aurelius na assembleia da Oi do próximo dia 19

Brasília – O fundo Aurelius deverá apresentar, em até 15 dias, explicações à Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) sobre a posição acionária que detém na Nextel.

A decisão responde a uma denúncia apresentada pelo fundo Société Mondiale, do empresário Nelson Tanure, segundo a qual o Aurelius teria assumido o controle da Nextel sem comunicar a agência reguladora.

O fundo de Tanure pedia uma medida cautelar para invalidar o voto do Aurelius na assembleia da Oi do próximo dia 19 – pedido que foi negado. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.