Anatel determina que Telefónica saia da Telecom Italia

Conselho da Anatel aprovou cisão da holding Telco, controladora da Telecom Itália, mas condicionou a operação à saída da Telefónica da operadora italiana

Brasília – O conselho diretor da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) aprovou nesta segunda-feira a cisão da holding Telco, controladora da Telecom Itália, mas condicionou a operação à saída da espanhola Telefónica do capital da operadora italiana em até 18 meses.

Durante esse prazo, a empresa espanhola terá suspensos seus direitos políticos na Telecom Italia, determinou a agência.

Com a dissolução da holding, a empresa espanhola se tornaria a maior acionista individual da Telecom Italia, que no Brasil, controla a TIM Participações, concorrente da Vivo, controlada pela Telefónica.

A saída da Telefónica do capital da Telecom Italia atende exigência feita pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) no fim do ano passado.

A Anatel vai julgar ainda nesta segunda-feira a venda da operadora de banda larga GVT pela francesa Vivendi para a Telefónica, que prevê, como parte do acordo, a transferência para a Vivendi da participação na Telecom Italia detida pela Telefónica.