Anatel aprova compra da GVT pela Telefónica sob condições

A agência deu aval à compra da operadora de banda larga GVT pela espanhola Telefónica, mas sob algumas condições

Brasília – A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) deu nesta segunda-feira aval à compra da operadora de banda larga GVT pela espanhola Telefónica, mas sob condições, como a eliminação das sobreposições em outorgas de telefonia fixa entre as duas empresas. As sobreposições ocorrem principalmente no interior de São Paulo.

Além disso, a agência estabeleceu prazo de 18 meses para que a GVT mantenha os atuais contratos com seus usuários. O mesmo prazo valerá para que ambas as empresas mantenham planos e ofertas conjuntas.

A Anatel definiu ainda que futuras etapas previstas na operação, como a transferência de ações detidas pelos espanhóis na Telecom Italia para a francesa Vivendi, como parte da compra da GVT, terão de ser submetidas novamente ao órgão regulador brasileiro.