Anac suspende cautelarmente todas as operações da Avianca Brasil

A agência recomendou que passageiros com voos para os próximos dias entrem em contato com a Avianca e não se desloquem ao aeroporto até novas informações

Brasília – A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) suspendeu cautelarmente todas as operações da Avianca Brasil. Em nota, a agência informou que todos os voos ficarão suspensos até a empresa, que está em recuperação judicial, comprovar capacidade para manter as operações em segurança.

A decisão foi tomada após informações recebidas pela área de segurança operacional da Anac.

A agência recomendou que passageiros com voos para os próximos dias entrem em contato com a Avianca e não se desloquem para o aeroporto até que novas informações sejam divulgadas. A agência reforçou ainda que a Avianca segue obrigada a oferecer opções como reembolso e reacomodação aos passageiros.

Até o fechamento deste texto, a reportagem não havia obtido um posicionamento da empresa.

A aérea, quarta maior do país, está em recuperação judicial desde dezembro e já cancelou centenas de voos. Ela sucumbiu à alta do dólar e à elevação do preço do petróleo em meio a uma malsucedida tentativa de ampliar suas rotas para os Estados Unidos.

A empresa opera com apenas seis aeronaves e luta para vender os bens que lhe restam em um plano de recuperação judicial para reestruturar 2,7 bilhões de reais em dívidas. 

Os funcionários da companhia aérea entraram em greve novamente na manhã desta sexta-feira. Eles afirmam que não estão recebendo salários nem o depósito do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). Eles se reuniram nos aeroportos de Congonhas, em São Paulo, e Santos Dumont, no Rio de Janeiro. Como resultado, 22 voos haviam sido cancelados.

O encolhimento da Avianca Brasil afeta todo o setor. A holding Avianca, companhia aérea colombiana de mesmo nome, precisa se reinventar e está construindo sua própria estrutura de vendas e de aeroportos no país.

A Avianca e a Avianca Brasil operam de forma completamente distinta, embora tenham a mesma marca, o Synergy Group como controlador, e façam parte da mesma aliança global, a Star Alliance.

Também atuavam de forma conjunta no país. A Avianca Holdings opera apenas voos internacionais no Brasil. Já as conexões nacionais para outras cidades era feita pela Avianca Brasil. Com a recuperação judicial e o cancelamento dos voos, a colombiana está notificando e tentando realocar os passageiros. O grupo já negocia com Azul, Gol e Latam para acordos de compartilhamento de voo.

A crise da Avianca Brasil é o ponto mais preocupante do setor de aviação, que passa por profundas transformações. Da abertura do mercado para o capital estrangeiro à chegada de novas companhias aéreas de baixo custo, o mercado vive o momento mais grave e ao mesmo tempo mais promissor em quase duas décadas.