Anac fiscaliza assistência a passageiros da Pluna

A empresa também deve prestar informações à Anac sobre os bilhetes vendidos e atendimentos a passageiros prejudicados.

São Paulo – A Agência Nacional de Aviação Civil enviou ofício à companhia aérea uruguaia Pluna determinando que preste assistência integral aos passageiros e suspenda a venda de bilhetes aéreos. A empresa também deve prestar informações à Anac sobre os bilhetes vendidos e atendimentos a passageiros prejudicados.

Conforme seu comunicado à imprensa, a agência reguladora está fiscalizando a prestação de assistência aos clientes atendidos nos aeroportos em que a Pluna opera, em sete cidades brasileiras. Ainda segundo a Anac, os postos de serviço dos aeroportos de Guarulhos, Galeão e Brasília estarão mobilizados para conferir a a assistência da Pluna.

O governo uruguaio anunciou na quinta-feira a decisão de paralisar a companhia aérea devido a problemas financeiros. A suspensão é por tempo indeterminado. Conforme comunicado na página da Pluna na internet, a companhia “destinará todos os seus recursos disponíveis para contatar os passageiros afetados por estas circunstâncias de modo a buscar a melhor solução possível”.

A companhia uruguaia havia interrompido os serviços na última terça-feira, e a previsão inicial era de retomar as operações a partir do meio-dia desta sexta.