American Express planeja iniciar operações em Cuba

A companhia disse que vai começar a operar em Cuba após Obama aliviar as sanções contra a ilha

A American Express afirmou que irá começar a operar em Cuba após a decisão deste mês do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, de aliviar as sanções contra a ilha comunista.

A MasterCard comunicou na semana passada que irá permitir que seus cartões emitidos nos EUA sejam usados em Cuba a partir de 1º de março, também seguindo as novas diretrizes norte-americanas que aliviam restrições a viagens, comércio e atividades financeiras.

A porta-voz da American Express, Marina Norville, confirmou por e-mail que a AmEx também prevê começar atividades comerciais em Cuba, mas não forneceu mais detalhes.

A Visa não revelou seus planos para Cuba, e os executivos da empresa não estavam disponíveis para comentar o assunto nesta terça-feira.