American Airlines e US Airways avaliam fusão, diz fonte

No final de 2011, a controladora da American Airlines entrou com pedido de recuperação judicial

Nova York – Os presidentes das companhias aéreas AMR, controladora da American Airlines, e US Airways se encontraram nesta quinta-feira para discutir questões que envolvem uma possível fusão, afirmaram fontes próximas às conversações.

Segundo uma dessas fontes, o presidente da AMR Corp, Tom Horton, disse ao presidente da US Airways, Doug Parker, esperar que a companhia não se apresse em fechar acordos, enquanto houver pendência com o processo de recuperação judicial que sua empresa enfrenta.

Horton afirmou durante o encontro que a AMR Corp irá explorar uma gama de transações, incluindo uma fusão com outra companhia aérea, além de um acordo envolvendo múltiplos sócios, relatou uma fonte. As medidas envolveriam um plano para recuperar a empresa da falência.

No final de 2011, a controladora da American Airlines entrou com pedido de recuperação judicial baseado no Capítulo 11 da Lei de Falências dos Estados Unidos.

Horton disse ainda que enviaria ao presidente da US Airways e a outras empresas acordos de confidencialidade nas próximas semanas sobre a situação financeira da controladora da American Airlines. O objetivo é que empresas interessadas em fazer negócio com a AMR possam ter um panorama melhor e avaliar as vantagens.

Em comunicado oficial divulgado nesta quinta-feira, a US Airways se declarou satisfeita com o encontro, adotando um tom otimista sobre as negociações. “Nós esperamos que esse seja o início de um significativo, justo e transparente processo que irá nos dar a possibilidade de demonstrar o porquê de a união entre American Airlines e US Airways ser a melhor para os interesses dos nossos acionistas”, informou a empresa. As informações são da Dow Jones.