Ambev auxilia ONGs a ampliarem seu impacto positivo na sociedade

Com seu programa de voluntariado, a cervejaria oferece mentoria para organizações sociais, compartilhando conhecimento em gestão e conexão entre pessoas

Impactar mais crianças e diminuir a evasão dos alunos da Aliança Bayeux Franco-Brasileira. Ampliar a ação do Instituto Moinho Cultural Sul-Americano, levando políticas de integração para crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade na fronteira com a Bolívia. Aumentar o nível de leitura das crianças de Paraisópolis e ampliar a presença do Instituto Pró-Saber SP nas escolas públicas da comunidade.

Três organizações, três sonhos com grande potencial de impacto social que se tornaram realidade com o auxílio do VOA, o Programa de Voluntariado da Ambev – uma iniciativa em que colaboradores da companhia compartilham seus conhecimentos em gestão com ONGs, ajudando essas instituições a se estruturarem melhor e alcançarem melhores resultados junto à região em que atuam.

“O VOA surgiu de uma indignação nossa de querer fazer algo a mais para a construção do sonho de unir pessoas por um mundo melhor. Em 2017, começamos um modelo-piloto que nos permitiu muitas trocas e aprendizados. No ano seguinte, decidimos expandir o programa para o restante da companhia”, conta Carlos Pignatari, head de impacto social da Ambev e líder do programa.

De lá para cá, mais de 250 ONGs já foram impactadas pelo VOA. O programa também incentiva o voluntariado entre seus funcionários, já que todas as aulas e mentorias são ministradas por eles. “O mentor deve inspirar e provocar ao mesmo tempo. Garantindo foco, mas sem que os participantes deixem de sonhar grande”, completa Carlos Pignatari. Também é papel dele auxiliar a ONG a implementar um projeto prático, voltado à comunidade onde atua.

Entre 2018 e 2019, cerca de 470 voluntários se dedicaram a transmitir conceitos de gestão de orçamento, planejamento estratégico, captação de recursos, além de estabelecer metas e indicadores de performance.

Programa VOA A Cervejaria Ambev está com inscrições abertas para o Programa VOA 2020.

A Cervejaria Ambev está com inscrições abertas para o Programa VOA 2020. (Ambev/Divulgação)

Três destaques do Programa VOA

A consultoria, que pode acontecer presencialmente ou por videoconferências, é dividida em nove módulos de gestão que são a base para a implementação do projeto. As organizações podem acessar as aulas em uma plataforma on-line, quantas vezes quiser e a qualquer momento. Ao final do curso, aquela com a melhor avaliação recebe um auxílio financeiro.

Entretanto, esse aporte não é o principal, de acordo com Pignatari. “De todas as organizações que passam pelo programa, 90% conseguem mudar sua gestão, atendendo mais e melhor o território onde estão inseridas. Esse é o verdadeiro impacto”, completa. A seguir, confira três histórias de sucesso, fruto do Programa VOA.

Aliança Bayeux Franco-Brasileira

A ONG é a única da região metropolitana de João Pessoa (PB) que oferece curso preparatório para o Enem, aulas de inglês e francês, programa de qualificação, além de oficinas culturais e esportivas para a população vulnerável local. Com o Programa VOA, a organização aumentou em 524% o número de pessoas atendidas, impactando mais de 790 alunos, além de diminuir a evasão e a infrequência às aulas.

“Já na primeira mentoria, incluímos todo o time para participar. Esse foi um diferencial importante, pois todos se engajaram e se sentiram donos do projeto. O nosso mentor nos orientava e estimulava o tempo todo no caminho que deveríamos focar, dando sugestões junto com o time de como poderíamos avançar cada vez mais. Jamais imaginávamos que iríamos voar tão alto!”, conta Célia Dantas, diretora e presidente da Aliança Bayeux Franco-Brasileira.

Instituto Moinho Cultural Sul-Americano

A organização sem fins lucrativos, localizada em Corumbá (MS), promove o desenvolvimento de crianças e adolescentes em região de fronteira de risco por meio do acesso a bens culturais e do fortalecimento da qualidade da educação formal. Para isso, o instituto atende brasileiros e bolivianos, de 6 a 18 anos, em situação de vulnerabilidade socioeconômica por meio de aulas semanais de dança, música e tecnologia.

Ao longo de seus 15 anos de atuação, a Moinho Cultural já impactou mais de 20 mil pessoas, com destaque para a formação da Companhia de Dança do Pantanal e a Orquestra de Câmara do Pantanal. Com o programa de voluntariado da Ambev, a ONG trouxe o desafio de implantar e monitorar sua metodologia em Puerto Quijarro, outra fronteira de risco na Bolívia. “O VOA é diferente porque vai além do simples repasse financeiro – benefício esse que costuma ser ofertado por parte dos programas de apoio. A ação de voluntariado da Ambev oferta capacitação estratégica para o fortalecimento e crescimento da instituição. Como já tínhamos o ideal de impactar outras fronteiras, vimos a oportunidade de sistematizar esse sonho”, diz Mônica Macedo, coordenadora de projetos do Instituto.

Com a ampliação das atividades, a organização impactou um maior número de crianças, envolvendo a integração cultural dos dois países. Além disso, foi possível elaborar uma cartilha de implantação do Sistema Moinho, o que permitirá um aumento no número de pessoas atendidas.

Instituto Pró-Saber SP

Localizada em Paraisópolis (SP), uma das maiores comunidades da capital paulistana, a principal missão da organização é alfabetizar crianças em idade escolar, garantindo o acesso à leitura e brincadeira para as crianças da região.

Com o objetivo de tornar seu setor administrativo tão robusto quanto a parte pedagógica, os dirigentes da ONG viram no Programa VOA uma oportunidade de potencializar e aprimorar as habilidades em gestão. “A mentoria trouxe um olhar estrangeiro e respeitoso que contribuiu com excelentes questionamentos sobre a nossa missão e visão. Foram as boas perguntas que nos fizeram sair da zona de conforto”, avalia Maria Cecília Lins, fundadora do Instituto Pró-Saber SP.

Chegando ao final do segundo ano de mentoria – nessa fase, é realizada uma espécie de consultoria in loco, em que as organizações recebem um checklist com atividades mínimas que devem realizar –, a percepção de mudança nos processos de gestão é inquestionável. “Temos clareza de onde estamos e para onde queremos ir, utilizando ferramentas simples e eficientes que auxiliam nossa rotina, além de parcerias e boas práticas que ajudam a entregar nossa missão para a sociedade”, completa Maria Cecília.

Inscrições abertas para 2020

Organizações sem fins lucrativos que criam oportunidades para crianças e jovens em situação de vulnerabilidade já podem se candidatar para o processo seletivo do programa de voluntariado da Cervejaria Ambev. Para participar, é preciso ter, no mínimo, dois anos de existência, comprometimento, autonomia para realizar mudanças na gestão, grande potencial de impacto social no país e, claro, vontade de crescer!

“Procuramos organizações que busquem ajudar o Brasil ao mesmo tempo que queiram crescer com o país”, indica Carlos Pignatari. As inscrições para a edição do Programa VOA 2020 se encerram no dia 10 de janeiro e devem ser realizadas pelo site ambev.com.br/voa/inscreva-sua-organizacao/.