Alcatel-Lucent deve cortar até 1.800 empregos na Europa

Cerca de 500 vagas, ou 20% do total, na Itália, 10% na Bélgica e 5% na França deverão ser afetados pelos cortes

Londres – A Alcatel-Lucent planeja cortar até 1.800 funcionários na Europa, por meio de demissões e realocação, afirmou a agência de notícias Bloomberg, citando uma fonte de sindicato. Às 11h28 (de Brasília), as ações da companhia subiam 1,34% na Bolsa de Paris.

Cerca de 500 vagas, ou 20% do total, na Itália, 10% na Bélgica e 5% na França deverão ser afetados pelos cortes, de acordo com a fonte. “Nossa prioridade é continuar a reduzir nos custos fixos e variáveis”, afirmou um porta-voz da Alcatel-Lucent à Bloomberg, se recusando a comentar sobre números. As informações são da Dow Jones.