Airbus se mantém à frente da Boeing em julho

Empresa européia confirmou a venda de 785 aviões em 2011, mais que o triplo da rival americana

Paris – A Airbus ampliou sua liderança sobre a Boeing em julho, em um momento em que ambas as empresas conseguiram uma grande encomenda da American Airlines e em que se preparam para a elevada série de pedidos de substituição de frota que devem chegar nos próximos meses.

A fabricante europeia de aviões informou que vendeu 922 aviões entre janeiro e julho, impulsionada pelo sucesso de uma versão melhorada da família de jatos A320.

Cancelamentos mais cedo neste ano levaram o total líquido de aviões vendidos nos primeiros sete meses para 785.

A conta inclui metade de um pedido de 260 aviões da Airbus anunciado pela American Airlines em julho, parte de uma encomenda recorde de 40 bilhões de dólares dividida também com a Boeing.

Um porta-voz da Airbus comentou que o restante do pedido está sendo feito por companhias de leasing e deve aparecer na carteira de encomendas assim que os detalhes financeiros forem completados.

A Boeing vendeu 345 aviões ou um total líquido de 249 unidades entre janeiro e julho. As vendas da empresa foram atingidas no primeiro semestre por incerteza sobre a estratégia da companhia para com o jato de médio alcance 737, que compete com o A320 no maior segmento do mercado de aviação. Mas em julho a Boeing decidiu se equiparar à Airbus, instalando novos motores no modelo para economizar combustível.

Como resultado dessa decisão, a American encomendou 100 modelos atuais do 737 e inicialmente acertou a compra de 100 unidades do jato com novos motores.

A carteira de pedidos da Boeing em julho incluiu os 100 atuais jatos 737 comprados pela American Airlines, com a confirmação da outra metade dependendo da aprovação final ao plano sobre os novos motores pelo conselho de administração da Boeing.