Airbus abre fábrica na China para competir com a Boeing

As novas instalações na China, um mercado onde a Airbus está empatada com a Boeing, representam um investimento de cerca de 200 milhões de euros

A construtora europeia Airbus inaugurou nesta quarta-feira (20), na China, uma fábrica de acabamento para suas aeronaves A330, um desafio a sua rival norte-americana Boeing, em um mercado chinês em expansão.

Em Tianjin, cidade costeira a 150 quilômetros de Pequim, a Airbus já possuía uma linha de montagem para aviões monomotores A319 e A320 desde 2008.

Agora, as mesmas instalações possuem um centro de acabamento para aviões de longa distância A330, cujo primeiro exemplar, destinado à companhia Tianjin Airlines, deixou a fábrica oficialmente nesta quarta-feira ao som de tambores e na presença das autoridades.

A cerimônia contou com a presença do CEO da Airbus, Fabrice Brégier, e dos diretores da construtora aeronáutica Avic, parceira chinesa da Airbus em Tianjin.

“É um novo capítulo que se inicia (…) Esta parceria estratégica em aeronaves de grande capacidade fortalecerá a reputação da China como ator industrial aeronáutico”, disse Brégier, em um dos enormes hangares da planta.

As novas instalações na China, um mercado onde a Airbus está empatada com a Boeing, representam um investimento de cerca de 200 milhões de euros.