Adidas prevê crescimento com foco em norte-americanos

Concorrente Nike ainda atrai mais consumidores nos Estados Unidos

Berlim – A companhia alemã de artigos esportivos Adidas espera crescimento de lucro e vendas em 2015, conforme a confiança de consumidores melhora ao redor do mundo e a empresa redobra seus esforços na América do Norte, onde ficou ainda mais longe da rival Nike.

“A América do Norte será uma importante prioridade para nós em 2015”, disse o presidente-executivo da companhia, Herbert Hainer, para jornalistas em uma teleconferência.

“Queremos e precisamos vencer nesse mercado”. Um novo foco no importante mercado norte-americano deve representar grande papel em um novo plano estratégico de cinco anos que Hainer deve lançar em 26 de março, e pode também ser decisivo conforme a companhia busca um sucessor para seu presidente-executivo.

A companhia disse que uma segunda tranche de um programa de recompra de ações vai começar na sexta-feira.

Isso ajudava suas ações, que tiveram desvalorização de 12 por cento no ano passado devido a um rublo fraco e a uma série de alertas sobre lucro, a subirem 3,4 por cento às 9h56 (horário de Brasília).

A Adidas disse esperar que as vendas em 2015 cresçam a uma taxa de um dígito médio em uma base cambial neutra, após avanço de 6 por cento em 2014, enquanto o lucro líquido de operações continuadas deve crescer entre 7 a 10 por cento.

A companhia espera mais que compensar a não recorrência das vendas geradas pela Copa do Mundo no ano passado devido a uma crescente confiança de consumidores ao redor do mundo, a uma recuperação de sua reformulada unidade de golfe e uma expansão de espaços de vendas de varejo.