Por que a Adidas foi a empresa mais reclamada da Black Friday

Segundo levantamento do Reclame AQUI, a Adidas recebeu 743 reclamações por falha no sistema

São Paulo – A Adidas foi, segundo levantamento feito pelo Reclame AQUI, a empresa mais reclamada por conta de suas promoções na Black Friday. A companhia de artigos esportivos recebeu 743 reclamações, contra 60 no ano passado.

Os consumidores reclamaram porque a loja online da companhia cancelou todos os pedidos que haviam sido feitos pelo site. Por erro no sistema, todas as peças foram marcadas com preço de R$ 129,99.

Segundo a companhia, o erro fez com que alguns produtos ficassem muito abaixo do preço original e outros até mais caros.

Um consumidor revelou que havia pago R$ 1.000 por produtos que sairiam normalmente por R$ 4.000, mas que a sua compra foi cancelada.

O diretor de operações do Reclame AQUI, Diego Campos, afirmou que o Código de Defesa ao Consumidor determina que uma oferta deve ser cumprida, independente se for Black Friday ou não.

No Reclame AQUI, a Adidas é considerada “Ótima” nos últimos seis meses, de acordo com a avaliação dos consumidores. A empresa solucionou 80,9% das reclamações neste período.

Em comunicado enviado ao Reclame Aqui, a companhia afirmou que, “com o intuito de minimizar eventuais transtornos, além de garantir nenhum prejuízo financeiro aos nossos clientes, que terão devolução integral dos valores, estamos entrando em contato individualmente com todos que realizaram compras no período”.

“Muitos produtos protegidos de descontos, listados no regulamento da promoção como não incluídos, também passaram a ter descontos aleatórios superiores a 50%, contradizendo as divulgações (descontos de até 50%) realizadas para o evento Black Friday e Cyber Monday.

Com o intuito de não prejudicar nenhum consumidor, o eCommerce da adidas foi colocado em manutenção e ficou off-line por aproximadamente 5 horas, para que nossos técnicos pudessem verificar e corrigir a acurácia  de todos os dados variáveis impactados.”, disse a Adidas.