Acionistas processam Netflix por ocultar problemas

Empresa estaria supostamente ocultado em seus relatórios informações relevantes sobre sua situação e os planos de negócios

São Paulo – Acionistas da Netflix estão processando a companhia nos EUA por supostamente ocultar em seus relatórios informações relevantes sobre sua situação e os planos de negócios, informa a imprensa internacional.

A queixa foi registrada semana passada em uma corte na Califórnia e acusa os principais executivos da empresa, incluindo o CEO, Reed Hastings, de esconder pontos negativos sobre o andamento do negócio e os acordos com os provedores de conteúdos.

Teria sido ocultado por exemplo que os contratos com provedores de conteúdo eram de curta duração e que teriam que ser renegociados em 2012 a preços muito mais altos, ou seriam cancelados. No ano passado as ações da Netflix tiveram forte queda.

Na ação, o grupo também acusa a empresa de inflar artificialmente o valor das ações entre dezembro de 2010 e outubro de 2011, e afirma que neste período pessoas com ligações com executivos da companhia venderam mais de 388 mil ações, ou mais de US$ 90 milhões. A empresa ainda não comentou publicamente as acusações.